20140127

Corto o pescoço do Deus Sol,
Seguro pelos cabelos, derrubo o corpo.
O sangue morde as palavras, não há vitória.
Tudo anoitece nos artelhos da faca...