20121018

Hora do almoço, 
cortando papel no trabalho






À esquerda,
no armário,
os bonecos da Marilza;

à mesa,
meu estojo escolar camuflado,
Obra completa de
Mário de Sá-Carneiro,
xerox de parte da
Lírica de
Camões, do
Álvaro Pimpão,
a pasta com minha lista de chamada
(faço oficial e impreterivelmente
a chamada todos os dias)

e

Minha máquina de escrever,
9mm,
vermelha,
japonesa d
a Pentel.

À direita, minha
caneca de café,
meu headfone
(que não uso mais, pois todos imploram por ouvir meu
Jazz, 
Rock, 
Música japonesa
...
);

No
Armário Armando,
meu estojo triplo azul,
minhas caixas de contas,
o pote de agulhas,
cola,
A lata de 
Sonho de Valsa cheia de 
origamis.

Agora, sim!
ao centro da
Távola Redonda
a companheira velha de guerra,
Refiladora Menno RPM-420,
já posicionada para

f
a
t
i
a
r

o rolo de
Papel Kraft,
80g/m²,
para depois
cortar os

quad
r      a
d o  s 

20 20 cm.

Nenhum comentário:

Postar um comentário